sexta-feira, outubro 20, 2006

OLIVEIRA MILENAR







Se pretende ver ao pormenor, clique na foto
Numa unidade hoteleira do Funchal foram transplantadas Oliveiras Milenares que provieram da zona do Alqueva, no continente português. A Fundação Berardo na sina de sempre valorizar a terra do seu fundador, adquiriu seis exemplares de Oliveiras com cerca de 12 mil anos cada.
Após a sua aquisição houve a necessidade como é óbvio do acompanhamento por pessoal especializado na matéria, no seu transporte via marítima para a Madeira.
Uma vez na Madeira, foram transplantadas nos jardins do Hotel Savoy na parte que dá acesso às piscinas do hotel na orla marítima.
Este é o exemplo de como se deve honrar a terra onde se nasceu, quando para isso temos essa disponibilidade, quer de recursos, quer de vontade.

A Madeira agradece.

7 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Bom, já não se pode ir ali tomar um café e dar dois dedos de conversa, pois somos surpreendidos com uma bela casa nova.

Gosto muito.

Parabéns.

Um abraço

3:24 da tarde  
Blogger Minhoca (moi-meme aussi...hoin,hoin) said...

Pois só te digo, caro Soslayo, que me surpreendeste com a proveniência das oliveiras.... sim senhor. Por acaso, acho que as vi na última ida aí ao Funchal. Nada que se pareça com a história que o Castor resolveu botar cá para fora hoje mesmo aussi... hoin, hoin... UGA!

4:09 da tarde  
Blogger opalanegra said...

Caro Soslayo, além destas que referes e que são raros e lindissímos exemplares, existem mais na Fundação Berardo no Monte. Tudo de bom

9:45 da tarde  
Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

Amei!!!

Nada como uma boa mudança!!! Adorei!!! radicalizou de vez!!! Do branco ao negro num passar de olhos!!! Parabéns querido Soslayo pela boas mudanças. Bons ventos!!!

Li teu comentário sobre a ilha onde eu vivo e ela foi mesmo fundada por açorianos. Aliás, não somente a ilha, mas muitas outras cidades do estado de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Espero que tenhas gostado do que eu escrevi sobre a minha ilha e o meu lugar, chamado Rio Vermelho, indicado no post do blog.

Tenho andado sumida, mas continuo bem enrolada. Maria de Deus me convidou para uma exposição fotográfica, juntamente com o Vasco Oswaldo Santos, que acontecerá na ilha de São Miguel, no próximo dia 18 de novembro e estamos envolvidos. Acho que a idéia foi muito boa e o resultado certamente deverá ser também!!! Poderás ver os trabalhos em breve.

Espero que estejas bem e feliz e mais uma vez, meus parabéns pelo novo espaço. Sucesso e tudo de bom!!!
Beijinhos,
Cris

7:06 da tarde  
Blogger soslayo said...

Lâmina d'Água:

Que tenhas uma boa estadia nos Açores e que tudo te corra de feição! Penso aliás, que mesmo eu não conhecendo os Açores, vais gostar muito desse verde infindo e exuberante. Fica por visitar a Madeira que é uma beleza diferente! Um beijo.

11:42 da manhã  
Blogger chuvamiuda said...

..........olá, vim aqui ter porque verifiquei que comentou um post, colocado no blog "um-poema-de-vez-enquando" fazendo referência à apresentação do meu livro "juntando as letras", de facto o livro está à venda no teu burgo, e foi lançado no teu burgo, mais concretamente na Livraria JULBER, no dia 14 de Outubro do corrente ano, no Centro Comercial Infante, onde está à venda, podes ver inclusivamente uma opinião sobre o livro da rádio RDP Madeira Antena 1, feito pelo programa Onda de Leitura, que foi deixado no meu post de 16 de Outubro "no passado sábado foi assim".......

Abraço e boa semana

2:07 da tarde  
Blogger Emilia said...

Belissimas fotos q aqui deixaste, das magníficas oliveiras do Alqueva, q em boa hora foram trazidas para uma nova morada e preservadas. Deve ter sido um transplante feito com todos os cuidados e com estudos prévios pq estão de excelente saúde.É assim que se deve fazer as coisas.Quando subo ou desço a R.Carvalho Araújo, até me distraio da condução, a olhar, cheia de admiração, essas belas oliveiras.

3:38 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home